Memórias Resgatadas, Identidades (Re)construídas

Investigador Responsável

Ana Isabel Madeira

Equipa

Justino Pereira de Magalhães (Co-IR)

Luiz Miguel Oosterbeek

Áurea do Carmo da Conceição Adão

Ernesto Candeias Martins

Carlos Miguel de Jesus Manique da Silva

Raquel Pereira Henriques

António Manuel Martins da Silva

José David Gomes Justino

Maria Clara Monteiro Freire da Cruz

Paulo Alexandre Estêvão Grande Candeias

Carolina Carvalho

Resumo

O projeto Memórias Resgatadas, Identidades (Re)construídas tem por objetivo contribuir para o exercício de uma cidadania ativa e para a construção de processos de aprendizagem ao longo da vida, apoiado na exploração da memória e do património histórico local relacionados com a educação, o ensino e a escola em meio rural. Em concreto pretende-se, através do resgate de testemunhos orais e escritos, por intermédio de entrevistas e de autobiografias, fixar em fonte para memória futura as experiências de vida relacionadas com a cultura escolar.

O projeto procura ainda constituir uma Memória da Educação ao nível local, identificando o património material e imaterial associado à Educação e ao Ensino (edifícios, iconografia, biografias de pedagogos e professores, efemérides, museus escolares, imprensa local e regional, estatística escolar, visitas de estudo). Um terceiro aspeto do projeto está direcionado para a produção de currículos de história local e para a organização de um programa de formação de professores envolvendo os acetores locais (cidadãos, especialistas em história local, professores e investigadores) e os parceiros institucionais (Universidades e Instituições de Ensino Superior, Associações de Desenvolvimento Local e Centros de Formação de Associação de Escolas). O projeto desdobra-se assim em três eixos que se articulam entre si: 1) Construção de fontes históricas fundada na recolha, sistematização e produção de conhecimento sobre experiências de escolarização que designamos como eixo Memória; 2) Identificação do património histórico da educação ao nível da cultural local que denominamos eixo Património; e 3) Produção de materiais (programas, currículos e módulos temáticos) associados ao ensino e à formação no domínio da história local que denominamos como eixo Educação.

Para além da construção de currículos destinados ao ensino formal (ensino básico e secundário), esta dimensão do projeto contempla a produção de materiais suscetíveis de serem utilizados na promoção turística através da criação de conteúdos sobre história local associados a rotas e circuitos temáticos, articulando o turismo em espaço rural com a vertente histórica e cultural. Através dos objetivos e resultados que se propõe alcançar o Projeto vai ao encontro de um conjunto de eixos prioritários propostos no Programa Operacional Regional do Centro 2014-2020 (CRER 2020).

Ao propor-se desenvolver um trabalho de investigação, produção de conhecimento e aprendizagem em rede (universidades, órgãos locais de governo, associações, estabelecimentos de ensino, cidadãos) o projeto abre a possibilidade de criar dinâmicas educativas inovadoras, potenciando a cidadania ativa e a coesão de toda uma comunidade através da partilha de experiências culturais e educativas.

Código do projeto

Projeto n.º 29091

Região de Intervenção

Área Metropolitana de Lisboa e Centro

Entidades Beneficiárias

Proponente – Instituto de Educação da Universidade de Lisboa
Participantes – Instituto Politécnico de Tomar e Instituto Politécnico de Castelo Branco

Data da aprovação

09-04-2018

Período de desenvolvimento

01/10/2018 – 30/09/2021

Custo total elegível

200.645,11 Euros

Apoio financeiro

União Europeia (FEDER/FNR): 80.791,29 Euros

 

Público nacional/regional: 119.853,82 Euros

Financiamento
Projeto MRIR

Destaques